Série: Para Gostar de Ler

Por que eu gosto de ler: Uma nova série para você que quer começar

By

Olá, pessoal!

Hoje começo uma série de posts sobre LEITURA. O que faz a gente gostar de ler? O que desperta – aguça, acorda, dispara – nosso amor pelos livros? Foram os presentes dados na hora certa? Foi uma biblioteca disponível ao redor? Procurando essa resposta, entrevistei 23 Instagram Literários, ( todos parceiras ❤️) em busca dessas respostas.

Se vc não sabe o que os tais IGS literários são, bem, eles são a revolução do marketing literário. Através deles conhecemos histórias, livros e autores, e eles são grandes responsáveis por disseminar com charme, beleza e bom humor os livros por esse mundão. Essas 23 garotas responderão ao longo das próximas semanas por que gostam de ler, o que as fez gostar, darão dicas de livros pra vc que quer começar a ler e responderão a uma das perguntas mais legais desse universo de papel: ler nos faz mais feliz? POR QUÊ? 
A maratona começa hj com a Dayane do insta @literalizaando  (A postagem está lá na minha página do Insta, mas resolvi colocar aqui também para que vocês tivessem acesso às entrevistas completas.)

Curtam a postagem (Meu instagram é @karinaheidr ), e leiam o que essas lindezas tem a dizer!

Entrevista #1 – Dayane Rocha, Literalizando

“Olá,

Sou a Dayane do @literalizaando. Comecemos então…

  1. Quando começou o seu amor pelos livros? / Sempre existe um livro que desengatilha esse amor. Você lembra qual foi o seu?

Eu tive muitos momentos em que me descobri ou redescobri uma leitora voraz.Tudo começou quando eu era muito novinha, meu irmão mais velho sempre me enchia com aquelas coleções de livros infantis, fossem eles bíblicos, clássicos infantis ou contos de fada. Em seguida veio a onda dos gibis, dos mais diversos personagens, mas me lembro perfeitamente dos da Turma da Mônica, Mônica, Magali, Chico Bento, Marina eram alguns personagens favoritos. Também lembro bem dos gibis de personagens da Disney, Mickey e Minnie, Pluto, Tio Patinhas, dentre outros.No meu ensino fundamental tive outro momento marcado pelas poesias e poemas, me lembro de ser apaixonada por autores como Cecilia Meireles e Augusto dos Anjos, mas é uma pena que eu não lembre de quase nada do conteúdo das leituras dessa época. Meu último momento que perdura até hoje foi iniciada com literatura de romance policial, suspense, romances e fantasia. E nesse ponto ele se iniciou graças a minha mãe.


2. Muitos tem dois momentos de despertar para a literatura: um bem inicial, outro mais tardio. Isso aconteceu com você? Que livro despertou o segundo momento?

Como dito anteriormente houveram vários momentos, não só um ou dois, mas o atual, acredito que tenha sido com um box que ganhei da minha mãe da rainha maravilhosa Agatha Christie, mais especificamente a obra Assassinato no Expresso do Oriente.

3. O seu primeiro gosto literario perdurou? (Ou seja: o livro que te fez gostar de ler é do gênero que você prefere ler hoje?)

Hoje em dia eu leio de tudo, mas o gênero policial ainda é um dos favoritos e divide o topo do pódio com fantasia.


4. Indique um livro para leitores iniciantes. Pode ser mais de um gênero!

Eu acho os livros de autores nacionais na verdade, livros perfeitos para leitores iniciantes, um exemplo de alguns que li recentemente são Entre o Amor e o Sacrificio da Gisele de Assis ou Angellore: A Divina Conspiração – Sussurro da Gabrielle Venâncio. Além desses alguns que indico são os livros da série Pégasus da autora Kate O’ Hearn, a série da Maldição do Tigre da Colleen Houck e os Instrumentos Mortais da Cassandra Clare, todas séries que amo. Desculpa, acho que me empolguei rs.

5. Pesquisas indicam que quem lê romances é mais feliz (sério, essa pesquisa existe e foi encomendada pela Harlequin USA). Você arriscaria adivinhar um dos motivos?

O motivo creio que seja porque quem lê romances se torna mais empático porque romances tendem a ser mais do que outros gêneros, livros repletos de sentimentos, os leitores tendem a se identificar mais nos amores, esperanças, dificuldades dos personagens, e por sentirem que aquelas coisas fazem parte do dia – a – dia de qualquer pessoa, poderia acontecer com elas próprias, elas se tornam mais felizes, ao identificar em um livro, seus problemas e frustrações e ver aqueles se resolvendo, isso lhes dá esperança e se o final não for feliz, a esperança de superar, de encontrar outras coisas nas quais se dedicar e sentir que não é a única passando por aquilo. Por último, um leitor sempre sente junto com os personagens sorri e chora, ao presenciar tantas histórias lindas de amor e felicidade, como não ficar feliz né.
Essas são minhas respostas. 
Desde já Agradeço.
Abraço.”